UTI Neonatal

Se o seu bebê precisar de cuidados especiais no momento do nascimento, o Santa Maria está preparado para atende-lo com segurança.

O Santa Maria traz toda a experiência do Grupo Santa Joana no atendimento ao recém-nascido de alto risco ou que necessite de cuidados especiais.

A nossa UTI Neonatal conta com os recursos tecnológicos necessários, visando garantir o melhor atendimento ao seu bebê. Além disso, os nossos profissionais são altamente capacitados e estão preparados para oferecer toda a assistência nesta etapa.

 

Temos UTIs Neonatais Especializadas, ou seja, uma UTI Neonatal especializada em bebês prematuros extremos, em complicações neurológicas e em bebês de longa permanência.

Enquanto o seu bebê estiver em nossa UTI Neonatal, uma equipe formada por médicos de várias especialidades e enfermeiras irão acompanhar e cuidar dele para reavaliá-lo todos os dias.

Na UTI Neonatal, a presença da família é muito especial. Aqui são realizadas diversas iniciativas para reforçar o laço afetivo, estimulando o desenvolvimento do bebê prematuro.

O Método Canguru, por exemplo, é uma dessas nossas iniciativas acolhedoras. Sabe como funciona? Se trata de uma técnica que promove o contato pele a pele entre a mãe (ou pai) e o bebê. Assim, aumenta o vínculo entre eles, mantendo o pequeno aquecido, estimulando a amamentação, entre outros benefícios.

Em nossa UTI Neonatal também é realizada a Hora do Psiu. São momentos do dia em que as luzes se apagam, proporcionando um clima de aconchego e de tranquilidade aos bebês, onde nenhum procedimento é realizado. Nessa hora, o amor vem em forma de silêncio.

 

 

O que é parto prematuro?

O parto prematuro é o nascimento do bebê antes do tempo previsto, ou seja, antes que seu organismo esteja totalmente pronto para deixar a barriga da mãe e se desenvolver sem cuidados médicos especiais. Todas as crianças que nascem antes de completar 37 semanas são consideradas prematuras.

No Santa Joana, esses bebês correspondem à metade das internações na UTI Neonatal, enquanto a outra metade costuma ser ocupada por pacientes com problemas neurológicos, cardiopatias congênitas, que passaram por cirurgia ou que tiveram doenças graves nos primeiros dias de vida.

Prematuro Limítrofe

Nascido entre 34 e 36 semanas

Prematuro Moderado

Nascido entre 29 e 33 semanas

Prematuro Extremo

Até 28 semanas de gestação

 

  • Você sabia?
  • Principais situações que podem levar a um maior risco de prematuridade:

  • · Pré-eclâmpsia (pressão alta).
  • · Diabetes gestacional.
  • · Bolsa rota (rompimento da membrana amniótica sem que a mulher esteja em trabalho de parto).
  • . Placenta prévia e acretismo (implantação anormal da placenta na parede uterina).
  • · Disfunções clínicas (hipotireoidismo, hipertireoidismo, trombofilia, entre outras).
  • · Disfunções fetais (restrição de crescimento, alteração do líquido amniótico e da vitalidade do bebê na barriga da mãe).

pt_BRPortuguese